You are currently viewing STELLA ZECA MONITORA PROJECTOS DE IRRIGAÇÃO E PESCA E AQUACULTURA.

STELLA ZECA MONITORA PROJECTOS DE IRRIGAÇÃO E PESCA E AQUACULTURA.

A Secretária de Estado na Província de Sofala, Stella da Graça Zeca, visitou na quinta-feira, 4 de Agosto do corrente ano, os Serviços Provinciais de Actividades Económicas para junto das unidades de implementação auferir o ponto de situação de execução dos Projectos de Irrigação e de Pesca e Aquacultura.
A dirigente escalou a Delegação Provincial do Instituto de Desenvolvimento da Pesca e Aquacultura (IDEPA, IP) onde se inteirou sobre os Projecto PRODAPE e ProAzul – Programa Mais Peixe Sustentável.
Falando aos órgãos de comunicação social, no balanço da visita, a governante explicou os objectivos da visita e deixou recomendações no sentido de melhorar a articulação, comunicação e monitoria constante das actividades.
No sector das Pescas a dirigente explicou que a visita visava compreender as fases preliminares de implementação dos Projectos tendo constatado que decorre o processo de contratação de extensionistas e cadastramento de provedores de serviços e recomendou que o sector deve garantir a inclusão da juventude e desafiou aos Gestores do Projecto para irem ao encontro de jovens nas diferentes associações e dar o devido suporte para o financiamento.
Outro desafio prende-se com a necessidade de fazer a assistência aos comités de pesca isolados em locais de difícil acesso como Chiloane, Sambazo, Wiriquize e Maciamboza, encontrando soluções na conservação de pescado.
Noutro desenvolvimento a Secretária de Estado deu a conhecer que escolas de condução estão neste momento nos distritos a apoiarem os extensionistas e outros singulares a habilitarem-se de cartas de condução de motociclos, de modo que as motorizadas alocadas contribuam na assistência técnica e no aumento da produção e produtividade.
No global, explicou que apesar das instituições terem um comando vertical (central) e horizontal (provincial) deve-se alinhar as estratégias de coordenação. E a nível dos Projectos deve-se privilegiar a complementaridade e coordenação evitando redundância.
” A escassez de recursos não deve ser justificação para incumprimento de actividades estimulando a criatividade e busca permanente de respostas animadoras ” – reiterou a governante.
Por fim disse que todos devem ” Correr e correr cada vez mais ” no alcance das metas do Programa Quinquenal do Governo.