You are currently viewing PISCICULTOR FAMILIAR DESTACA-SE NO NIASSA

PISCICULTOR FAMILIAR DESTACA-SE NO NIASSA

PISCICULTOR FAMILIAR DESTACA-SE NO NIASSA

A Ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas, Lídia Cardoso, manifestou-se impressionada com o trabalho desenvolvido por um piscicultor, que é uma referência no Niassa, através de um projecto de aquacultura na componente de produção experimental.
Para a operacionalização do projecto, localizado em Namacula, distrito de Lichinga, o piscicultor conta com a intervenção da sua família (de 10 membros).
Possui duas fabriquetas de ração, sendo uma de grande envergadura, mas que, devido à falta de algumas peças que a compõem, não está operacional. A sua capacidade produtiva é de cerca de 30 toneladas/dia.
A outra, de menor dimensão e em estado operacional, tem capacidade de produzir duas toneladas/dia.
A ração é feita à base de farinha de milho, farinha de soja, de ossos e vitaminas adquiridas no vizinho Malawi.
No entanto, vezes há em que a obtenção da soja se torna bastante onerosa, o que de certa forma contribui para a subida dos custos de produção.
A ministra Lídia Cardoso, que esteve naquele empreendimento na quinta-feira, 3 de Novembro, primeiro dia da sua visita à província do Niassa, orientou esta família unida e exemplar para que encontre um fornecedor da matéria-prima, de forma a reduzir os custos de produção da ração.
Contudo, segundo ela, neste momento, a família deve continuar a produzir ração nos moldes demonstrados para abastecer outros piscicultores.
No mesmo local, Lídia Cardoso visitou o armazém de ração e uma incubadora.
Esta sexta-feira, 4 de Novembro, no prosseguimento da sua visita ao Niassa, a ministra vai escalar Metangula, no distrito do Lago.